Domingo, 3 de Agosto de 2008

Entrevista aos TH



“Nós iremos à Dinamarca”

 

(Vi Unge, um jornal dinamarquês juventude)

 

 


Na primavera vocês tiveram que cancelar uma série de concertos, porque o Bill teve que ser operado a um quisto nas cordas vocais. Agora vocês estam de volta á pista. Qual é a sensação de estar de volta?

Bill: É tão bom estar de volta ao palco novamente. Eu estava realmente aterrorizado sob todo o processo. É obvio que ficas preocupado e pensas "E se a minha voz ficar arruinada?", ou "E se eu não soar como antes". Felizmente, a minha recuperação foi rápida. A primeira vez que eu estava em palco depois da minha cirurgia, foi realmente incrível, e eu estou a adorar os shows que estamos a ter neste momento.


 


O que é que a doença do Bill significou para a banda?

Georg:
Foi uma situação, onde o poder estava fora de nossas mãos. A única coisa que podíamos fazer, era desejar-lhe as melhoras e depois esperar.
Tom: Demorou algum tempo, até nos percebermos que tínhamos que cancelar o resto da tour. No início, quando o Bill foi para a Alemanha para ser visto pelo médico, o resto de nós continuaram viajando de cidade para cidade, porque todos nós esperávamos que ele voltasse logo.
Bill: Eu sinceramente acho que toda esta experiência nos aproximou.

Vocês tiveram medo que os Tokio Hotel acabassem?

Tom: É claro que pensamos sobre isso. Especialmente no início, quando nós não sabíamos o que estava errado. Mas após algum tempo, começamos a pensar no futuro e que o Bill iria voltar num determinado momento. O pior que poderíamos imaginar, era eu ter que assumir a posição do Bill. (risos)

Vocês estão agora a “chegar” aos E.U.A. . Porque é que isso é tão importante para vocês?

Tom: Ir para E.U.A. e tentar a nossa sorte lá, é fantástico – especialmente para uma banda alemã. É muito raro que isso aconteça. Então, evidentemente, quando surgir oportunidade, vamos aproveitá-la, e ver se conseguimos. Mas a verdade é não temos um plano traçado sobre quais os países onde pretendemos tocar. Geralmente quando os nosso fãs, nos descobre on-line, e quando vemos que há muita gente que gosta de nós, vamos lá. Isso é assim que funciona para nós.

Qual é a coisa mais louca que vocês experimentaram nos EUA?

Bill: Há muitas coisas, é difícil escolher. Mas recentemente, nós experimentamos algo muito selvagem. Nós estávamos no nosso camarim depois do concerto, quando de repente, ouvimos um som estranho. Então, descobrimos que era uma rapariga, tentando trepar pela janela, no 2º piso. Infelizmente ela ficou presa, e depois até perdeu a sua câmara. Muito louco.

Alguns dos vossos fãs dinamarqueses, sentem-se um pouco decepcionados ao longo dos shows cancelados na Dinamarca e vocês ainda não terem remarcado. Gostariam de lhes dizer alguma coisa?

Bill: Nós realmente queremos dizer – eu particularmente – que estamos muito, muito tristes por termos cancelado. Nós não podíamos fazer mais nada nessa situação. Infelizmente, nós não temos sido capazes de encontrar novas datas, mas nós prometemos não nos esquecer deles, e vamos tentar entrar e tocar o mais breve possível.


 

 

Fonte
Tradução: Rita e Joana -
TokioHotel


Publicado por TrueFasTH às 20:40
Link | Comentar | Favoritos
|

Ŧ Fãs Online:

online

ŦFãChat


ŦMenu

ŦArquivos

Ŧ Agosto 2008

Ŧ Julho 2008

Ŧ Junho 2008

Ŧ Maio 2008

Ŧ Abril 2008

Ŧ Março 2008

ŦUltimas

Ŧ COMUNICADO

Ŧ TRL (7.8.2008) -> Downloa...

Ŧ TRL - Fotos (c/ maior qua...

Ŧ Festival des Mongolfières...

Ŧ 09/08/2008 - Festival des...

Ŧ TRL 07.08.08 Parte 1 - an...

Ŧ TRL 07.08.08 parte 2 - an...

Ŧ Super nº224 Julh/08 FR

Ŧ Concurso do DVD - Para o ...

Ŧ Entrevista da Kim Stolz a...

ŦPesquisa no blog